Inovação e risco: inseparáveis e necessários

O termo risco, que se faz presente, pode ser interpretado como fator essencial para o sucesso do novo empresário. Para a inovação, no risco, está o diferencial; e neste, a oportunidade de ganho do mercado. Percebe-se a importância, para o desenvolvimento econômico, de se gerenciar os riscos aos quais uma empresa que busca a inovação está exposta.

Gerir riscos de forma sistêmica permite a proximidade de que estimativas venham a concordar com o desempenho real. Isto é, ao usufruir-se de técnicas estruturadas de gestão de riscos, empresas passam a previamente visualizar ações que permitam desenvolver seus projetos sobre a perspectiva esperada, ou até com resultados melhores de prazos, custos e recursos.

Inovação e risco são conceitos inseparáveis. Ao inovar, assume-se riscos. Assim, deve-se geri-los com o intuito de maximizar as oportunidades neles presentes e reduzir os perigos que eles possam representar. Gerir riscos em um ambiente inovativo, por sua vez, não é uma tarefa fácil. A inovação é marcada pela escassez de bases de dados limitando análises embasadas em históricos e tendências, logo percebe-se a complexidade. É necessário estruturar-se uma modelagem que permita ao empreendedor olhar para si para avaliar os riscos do meio externo. Assim, a estruturação de um modelo, estratégico e sistêmico, de gestão de riscos orientado ao mundo que sobrevive pela a inovação é um desafio que, se viabilizado, traz resultados significantes para o empreendedor que almeja o sucesso para o seu negócio.

Receba gratuitamente conteúdos para inovar

Ao atingir uma gestão sistêmica de riscos, mensurando-se economicamente os impactos que que riscos podem ocasionar no desempenho, o empreendedor passa a agir preventivamente. Atinge-se o cenário ótimo de explorar oportunidades e mitigar perigos financeiros que estão presentes nos riscos que o envolvem.

Afinal, risco é inerente ao ato de empreender, de inovar! A questão se concentra em como o empreendedor explora os riscos aos quais está exposto. Quando olha-se sucessos incríveis do mundo tecnológico, IBM, Google, Apple, GM, tem-se que entre os pontos comuns dos empreendedores por trás deles, está o ato de assumir e explorar riscos. A Apple, por exemplo, assumiu o risco de mudar a maneira com que as pessoas se comunicam. Afinal, hoje não compra-se um telefone para falar.

Para atingir o êxito no mundo do empreendedorismo e da inovação, é necessário estar disposto a assumir riscos. Gerir riscos sem qualquer dúvida significa dar um passo a frente em prol ao sucesso de um novo empreendimento. Assim, ao usufruir de um modelo que viabilize essa gestão, pode estar presente o diferencial para que se alcance e superem-se os objetivos traçados.

Ana Paula Etges

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s