O império contra ataca – Os 7 pecados capitais da inovação radical em grandes empresas

No filme Guerra nas Estrelas – O império contra-ataca – o Império Galactico e Darth Vader partem atrás da Aliança Rebelde que havia destruído 3 anos antes a Estrela da Morte sua maior arma. Luke Skywalker, então candidado a Jedi é o símbolo dos rebeldes contra a força do Império. Depois de muita ação, o filme que faturou mais de 500 milhões de dólares nos cinemas, termina com Luke sendo momentaneamente superado pelas habilidades superiores de Vader que domina o garoto.star-wars-episodio-v-o-imperio-contra-ataca-foto-2

Atualmente vivemos um momento de enorme força da Aliança Rebelde no ambiente de negócios. As grandes empresas tem sido constantemente desafiadas por start ups que por meio da inovação tem colocado os líderes em cheque. Mas a inovação não é exclusividade de start ups. Pelo contrário, muitas das grandes inovações que adoramos em nosso dia a dia e que revolucionaram a forma como vivemos e trabalhamos foram geradas por grandes empresas como GE, Microsoft, Itau, Nike, Nestlé, Pfizer, Ford e tantas outras.

O foco na execução do dia a dia

No entanto, alguns fatores naturalmente deslocam o foco das grandes empresas para a execução e entrega de resultados de curto prazo em detrimento do foco na inovação. Entre tais fatores destacam-se:

a) o incremento da competitividade;

b) a necessidade de gestão de companhias globais com operações complexas e

c) a pressão do mercado de capitais.

Complementarmente, o estilo de gestão “comando e controle”, adequado para circunstãncias bastante especificas, foi generalizado com a promessa de garantir previsibilidade, baixo nível de erro e segurança em todas as situações. Essa abordagem é bastante eficiente numa determinada situação mas absolutamente ineficiente para lidar com a inovação.

As start ups, cada vez mais fortalecidas por um ecossistema formado por universidades e investidores de risco, ampliaram sua capacidade de competir com as grandes empresas jogando as cartas da inovação. Um manancial de técnicas de inovação em startups tem sido objeto de análise, magnetismo e inveja por parte das grandes empresas. Como se a solução para inovar fosse transformar-se em start up.

Técnicas para inovar como business model canvas, lean start up e agile development tem a mesma gênese conceitual. A busca de melhores chances de obter resultados num contexto de alta incerteza. Algo estudado em grandes empresas desde 1970 por professores como Mintezberg, Markides, Christensen e outros.

Cuidado! inovar em grandes empresas é absolutamente distinto de inovação em start uos. Os métodos precisam ser adequados a essa realidade ou irão ser tão ou mais ineficientes do que a tentativa de aplicar as ferramentas de qualidade e no contexto da inovação.

As restrições para inovação em grandes empresas

No livro Radical Innovation, Leifer apresenta restrições das grandes empresas para inovações radicais. Nossa experiência trabalhando com dezenas delas nos permitiu ampliar e organizar essa relação para você melhor compreender.

Nas empresas estabelecidas a gestão da inovação tem dois desafios:

a) fornecer valor superior ao cliente;

b) vencer as resistências organizacionais internas que priorizam o existente.

Você precisa ter clareza do que são as restrições fundamentais a serem minoradas por meio de práticas e políticas de fomento ao conexto inovador. Para melhor ilustraçnao resolvemos denomina-las de “pecados capitais”, ou tentações que falsamente conduzem as organizações por determinados caminhos. Vamos a eles!

Os 7 Pecados Capitais da Inovação Radical em Grandes Empresas

7pecaados

Fonte: Innoscience adaptado de Leifer et al

É chegada a hora do contra-ataque. As grandes empesas são, sem dúvida nenhuma, os agentes mais aparelhados para difundir grandes inovações. Tem recursos financeiros, marca, relacionamentos, experiência de negócios e pessoal qualificado. E não tem qualquer conotação má como tinha Darth Vader. Pelo contrário, são responsáveis por geração de riqueza, empregos e renda.

As técnicas aplicadas por start ups devem ser cuidadosamente contextualizadas para inovar sistematicamente em grandes empresas. Entender as tentações dos pecados capitais é o primeiro passo para sufocar os rebeldes.

Que a força esteja com você.

Maximiliano Selistre Carlomagno

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s