Brasil x China: Como as Nossas Empresas podem Reverter o 7 a 1 das Patentes em 4 Passos

O placar comparativo entre Brasil e China para o jogo do patenteamento tecnológico é o mesmo da eliminação da seleção brasileira na Copa. Enquanto a média anual de pedidos de patentes no mundo gira em torno de 2,4 milhões, o Brasil contribuiu com 30 mil solicitações de patentes e a China contribuiu com 630 mil patentes, campeã mundial. Para comparar com os demais BRIC, a Índia solicitou 43,9 mil patentes e a Rússia 44 mil.

Patentes

Número de patentes dos BRIC

Em termos relativos, o volume maior provém da Ásia, com a fatia de 55% do total. A região do Caribe e América Latina, onde se insere o Brasil, é responsável por apenas 2,7% do total. Embora o número de pedidos de patentes tenha subido 64% em 10 anos, o fluxo brasileiro de patenteamento ainda não é satisfatório para manter o placar da competitividade das empresas dentro das regras atuais do jogo de inovação tecnológica. Embora os gestores das empresas brasileiras não tenham um caminho fácil para igualar aos demais países do BRIC, um conjunto de 4 passos para aumentar o volume de patentes é bastante conhecido.

Um primeiro passo é decidir aumentar o investimento em P&D.

Empresas muito inovadoras investem mais de 5% do faturamento em pesquisa e desenvolvimento (P&D). Os 10 maiores orçamentos em projetos de P&D alcançam o patamar médio de US$ 9 bilhões anuais2. Para manter esse volume de investimento justificável perante exigências de retorno financeiro, os gestores necessitam atingir resultados concretos como, por exemplo, solicitações de patentes. No Brasil, os valores de investimento em projetos de P&D não passam do patamar de 1% do faturamento3.

Então, aumentar o investimento teria um efeito significativo no fluxo de projetos de P&D que poderiam se tornar patentes. Um exemplo é a Petrobrás, que possui atualmente um orçamento médio de R$ 2,4 bilhões anuais para P&D4. Desde 2004, esse tipo de investimento cresceu 7 vezes4. O efeito desse investimento são tecnologias de extração que se tornam patentes, que viabilizam produção e aumentam a produtividade. O número de patentes registradas pela Petrobrás passa de 2000. O resultado desse processo é direto: enquanto as tecnologias de produção em água profunda permitiram que o patamar de 500 mil barris fosse atingido em 21 anos para 411 poços produtores, as tecnologias do pré-sal permitiram que o volume de 500 mil barris diários fosse atingido com apenas 8 anos para 25 poços produtores5.

O segundo passo importante é definir os temas tecnológicos dos projetos de P&D.

A prática de desdobrar a estratégia de inovação em temas tecnológicos é corrente entre as maiores empresas do mundo. Os esforços de desenvolvimento orientados permitem mais foco na criação de princípios tecnológicos exclusivos, que aumenta as chances de solicitação de patentes.

Por exemplo, a Natura definiu investir, em 2014, no tema de testes alternativos para cabelo e pele que não sejam invasivos e nem utilizem animais6. Outro exemplo é a Braskem que investe em polímeros nos temas tecnológicos de biopolímeros e de materiais inteligentes. Somente em 2013 foram 112 patentes depositadas pela empresa. Das 400 patentes depositadas pela Braskem até hoje, a patente relacionada ao plástico verde foi a de maior repercussão, com impacto direto no aumento do valor das ações, a criação de potenciais parcerias, o aumento do interesse da companhia em investir cada vez mais em projetos de P&D e de um imenso mercado para aplicação do produto7.

Tendo firmado a parte econômica e orientado os esforços de projeto, o terceiro passo é reunir uma equipe competente para conduzir os projetos de P&D.

A mão de obra envolvida na descoberta de um princípio tecno-científico exclusivo tem as características de ser bem formada, bem remunerada e respeitada pelo seu meio. As empresas que percorrem esse caminho visualizam que projetos de P&D bem sucedidos são compostos de pessoas motivadas a concretizar desafios intelectuais cada vez mais ousados. Portanto, o processo de inovação precisa ter uma escalabilidade cada vez maior, e incorporar novas pessoas também faz parte deste movimento.

Em 2001, a Embraer começou a formar mão de obra para seus projetos de nova família de aeronaves comerciais. O fluxo insuficiente de formação de engenheiros aeronáuticos no Brasil fez com que a empresa buscasse formação completar de engenheiros de outras áreas via universidade corporativa e parcerias com instituições de ensino e pesquisa como o ITA8. Além de resolver o déficit de mão de obra para seus projetos, a influência de parceiros pesquisadores fez com que a empresa aumentasse a taxa de patenteamento ao longo dos anos, algo que era incomum na indústria aeronáutica brasileira. A Embraer possui atualmente 50 patentes na USPTO9 – base americana de patentes.

Equipes de P&D competentes produzem resultados tecnológicos, movimentam inovações em produto, e possibilitam a defesa dessa propriedade intelectual via patentes.

O último passo é a provisão de equipamentos e ferramentas específicas a cada tipo de projeto de P&D desenvolvido.

O correto ajuste de escopo desse ferramental permite precisão na descoberta, além do aumento da produtividade da pesquisa tecnológica. Mesmo que os riscos envolvidos sejam normalmente altos, os equipamentos e ferramentais adequados mantem esses riscos sob um controle mais duradouro.

A própria Petrobrás investiu em equipamentos de última geração para prover seus laboratórios de P&D. O petróleo da camada pré-sal tem os custos de extração minimizados e as condições de trabalho de exploração bastante estudadas devido ao conjunto de ferramentas de realidade virtual de ponta. Somente no Brasil essas tecnologias servem de maneira tão completa ao setor de exploração de petróleo e gás. Muitas patentes derivaram do uso de tais equipamentoAncoras como a âncora torpedo, que segura o deslocamento de uma plataforma FPSO de extração e armazenamento de petróleo com a força de 1 milhão de toneladas. Esta âncora pesa 130 toneladas e penetra 400 metros no leito marítimo em águas ultraprofundas (3 mil metros), sendo um design exclusivo da empresa, patenteado em 200510.

 

O Brasil tem um longo caminho a percorrer para ultrapassar Índia e Rússia em volume de patenteamento, mas um caminho bastante complicado para alcançar os números chineses. Embora tenhamos muitos exemplos de empresas que fazem projetos de P&D, que patenteiam, e transformam essas patentes em inovação, por enquanto são apenas ilhas. Ilhas que poderão se tornar penínsulas e, talvez um dia, continentes.

Então, mãos à obra inovadores!!!!

Luis Marques

 

Fontes:

  1.  http://www.wipo.int/export/sites/www/freepublications/en/statistics/943/wipo_pub_943_2013.pdf
  2.  http://www.strategyand.pwc.com/global/home/what-we-think/global-innovation-1000/top-20-rd-spenders-2013
  3. Gryspan, Flávio. O Investimento Privado em P&D pela Indústria de Transformação no Brasil. Seminário CGEE.
  4. http://www.investidorpetrobras.com.br/lumis/portal/file/fileDownload.jsp?fileId=8A78D68443E2C48901446C332DD40E72
  5. http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/home.htm
  6. http://www.naturacampus.com.br/cs/naturacampus/temas
  7. http://epocanegocios.globo.com/Inspiracao/Empresa/noticia/2014/02/inovacao-nao-se-mede-so-com-patente.html
  8. http://patft.uspto.gov/netahtml/PTO/search-adv.htm – busca realizada em 23/09/2014, usando o atributo Assignee Name (AN) e o termo Embraer.
  9. http://ufcg.edu.br/prt_ufcg/assessoria_imprensa/mostra_noticia.php?codigo=7418
  10. Aguiar, C.S. Análise da interação solo-estrutura de âncoras do tipo torpedo para plataformas offshore. Tese de doutorado. COPPE. Rio de Janeiro, 2011.
Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s